segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Fragmentos de Você



   Assustador o exato momento que tive certeza que te queria. Já sabia tanto de você e acabei encontrando mais coisas em comum do que poderia existir. E a gente foge e nega até não conseguir mais, claro! Tenta deixar tudo como está por inúmeras razões. Acaba se rendendo ao melhor abraço do mundo. As loucuras e ousadias ficam presas aos pensamentos que insistem em te tirar o fôlego em questão de segundos. Um pedaço descoberto da sua pele é o suficiente para eu mergulhar em você a ponto de sentir seu gosto. Estar muito próxima, filtrando com o olhar todas as vontades está sendo cada vez mais difícil.  Na sua presença ou não, domar os pensamentos tem sido impossível. A imagem na penumbra dos seus olhos sorrindo a menos de um palmo dos meus. O alucinante deslizar por cada centímetro seu. As palavras finalmente verbalizadas, sussurradas. O leve puxar pela cintura pra unir seu desejo com o meu. A vontade de você, cuja força poderia parar o tempo naquela madrugada – e parou. Ouvir seus gemidos como um tango que ecoava por todo o quarto. O beijo quase que em câmera lenta orquestrava todo o restante. O arrepio que passa por mim ao lembrar cada uma dessas cenas, barrado pelos olhos fechados para mantê-lo ali, do lado de dentro – onde nasceu, cresceu e viverá até onde for permitida a sua existência. Não falemos no amanhã com suas cobranças, receios, regras e seu “certo ou errado”. O agora está exigindo atenção, e está tão sedento de nós como eu de você!

2 comentários:

  1. queria eu estar aí.

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto,

    tocando corações e muito bem escrito.

    Recheado de emoções :)

    Meus parabéns !



    Helbert Schnepper

    ResponderExcluir